21 jan

Grupo de Estudos sobre Nutrição e Pobreza

participará de conferência do Consea

Criado em março no IEA, o Grupo de Estudos sobre Nutrição e Pobreza participará da etapa municipal da 2ª Conferência Nacional do Consea (Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional), a realizar-se de 17 a 20 de março de 2004 em Olinda, Pernambuco. Três de seus integrantes, Silvia Cozzolino, presidente da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN) e membro do Consea em São Paulo, Ana Lydia Sawaya, da Unifesp e coordenadora do grupo, e Luís Gaj, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP, participarão do subgrupo Educação e Nutrição dessa primeira fase da conferência.

O grupo está convencido de que a participação de especialistas em atividades externas à universidade poderá contribuir com o debate sobre a desnutrição no Brasil, além de ser uma oportunidade para apresentação de propostas concretas para a erradição do problema, que tem origens amplas e complexas.

Entre as atividades desenvolvidas durante 2003, o grupo tem apoiado a criação do primeiro Centro Social de Agricultura e Alimentação, projeto do professor José Eduardo Dutra de Oliveira, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Dutra considera que há muita desinformação sobre boa alimentação e boa nutrição e que é necessário não só dar comida – via distribuição de cestas e outras iniciativas governamentais e sociais –, mas também educar as pessoas, inseri-las em todo o processo da cadeia alimentar.

O centro seria uma espécie de escola, onde se ensinaria a plantar, colher, conservar e preparar os alimentos, inclusive com a criação de animais de pequeno porte, o que serviria para as famílias não só obterem seu sustento como participarem do processo econômico dessa produção. O professor considera que os projetos assistencialistas não criam o comprometimento do cidadão em torno dessa questão e não contribuem para que, a curto e médio prazos, o problema da desnutrição seja resolvido.

Em 2004, o grupo de pretende participar ativamente de outros projetos que possam por em prática aquilo que as pesquisas científicas acumulam e que nem sempre chegam à sociedade como deveriam.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: