20 maio

Aos verdadeiros mendigos que não fogem do copo, deixo como toda recompensa o meu calendário: porque seja quem for, mudo, surdo, zarolho, coxo, epilético, torto ou pequeno, cada um encontrará nele toda a ciência (Ragot – principe da miséria)

Não é uma vida proba, que vos leva a pedir esmola, muitos a levam por descuido, gula, brigas, litígios, há os que tem medo de trabalhar e sua escolha é mendigar; quando cansam de trabalhar, encontram sempre um modo diferente, às custas dos outros levam a vida, livres de toda e qualquer fadiga!

Vós, mendigos numerosos, incendiários, traidores, criminosos, que andais pelo mundo inteiro, tanto no verão quanto no inverno, até na Turquia vagais, conhecendo bem as entradas…

Qualquer vigarice, se for rendosa, é melhor do que o trabalho braçal.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: